Lei municipal pode garantir avaliação psicológica para alunos de escolas públicas em João Pessoa

Um projeto de lei apresentado pelo vereador Humberto Pontes (Avante) tem como objetivo garantir que sejam realizadas avaliações psicológicas no início de cada ano letivo para alunos da rede pública de ensino da Capital. Segundo o parlamentar, a ideia é que o procedimento seja ministrado por uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogos e assistentes sociais da rede municipal de saúde.

“Esse projeto foi apresentado na Câmara Municipal de João Pessoa no final de agosto e esperamos que seja aprovado, pois os alunos devem ter assegurado o direito a acompanhamento, se necessário, para que sejam superados obstáculos que porventura possam dificultar a aprendizagem ou possam gerar indisciplina. O trabalho dos psicólogos e assistentes sociais deve ser valorizado, pois são peças chave para contribuir com o processo de ensino-aprendizagem”, explicou Humberto Pontes.

O vereador também lembrou que a avaliação psicológica em crianças é de suma importância, pois tem caráter preventivo. “Iniciado o tratamento psicológico com antecedência, existe uma grande possibilidade de o problema ser sanado. Pesquisas da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) apontam que, quando são compreendidas, a crianças passam a entender melhor o próximo. Assim, criam vínculos de relacionamento e melhoram sua auto-estima. No futuro, os reflexos são percebidos em adultos mais seguros e fortes”, frisou.

Ainda de acordo com o texto do projeto, a Secretaria Municipal de Educação, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, ficará encarregada de elaborar o calendário de avaliação nas escolas. O aluno que já estiver sendo assistido por profissionais ou instituição na rede privada deverá comprovar por meio de atestado ou declaração.

Lei municipal pode garantir avaliação psicológica para alunos de escolas públicas em João Pessoa
Um projeto de lei apresentado pelo vereador Humberto Pontes (Avante) tem como objetivo garantir que sejam realizadas avaliações psicológicas no início de cada ano letivo para alunos da rede pública de ensino da Capital. Segundo o parlamentar, a ideia é que o procedimento seja ministrado por uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogos e assistentes sociais da rede municipal de saúde.

“Esse projeto foi apresentado na Câmara Municipal de João Pessoa no final de agosto e esperamos que seja aprovado, pois os alunos devem ter assegurado o direito a acompanhamento, se necessário, para que sejam superados obstáculos que porventura possam dificultar a aprendizagem ou possam gerar indisciplina. O trabalho dos psicólogos e assistentes sociais deve ser valorizado, pois são peças chave para contribuir com o processo de ensino-aprendizagem”, explicou Humberto Pontes.

O vereador também lembrou que a avaliação psicológica em crianças é de suma importância, pois tem caráter preventivo. “Iniciado o tratamento psicológico com antecedência, existe uma grande possibilidade de o problema ser sanado. Pesquisas da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) apontam que, quando são compreendidas, a crianças passam a entender melhor o próximo. Assim, criam vínculos de relacionamento e melhoram sua auto-estima. No futuro, os reflexos são percebidos em adultos mais seguros e fortes”, frisou.

Ainda de acordo com o texto do projeto, a Secretaria Municipal de Educação, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, ficará encarregada de elaborar o calendário de avaliação nas escolas. O aluno que já estiver sendo assistido por profissionais ou instituição na rede privada deverá comprovar por meio de atestado ou declaração.